TERAPIA ARTÍSTICA

Monica Winnubst

Princípios Luz Cor Escuridão propostos por Liane Collot d’Herbois 

  • insta

               Terapêutica para todas as idades (mínimo de 3 ou 5 anos). Indicada para paciente com doenças estabelecidas (crônicas, psiquiátricas), ou que tenham sintomas psicossomáticos ou mesmo que tenham intenção em desenvolvimento.

                Terapia prazerosa, que tem a natureza como referência. Ser humano é parte microcósmica deste universo macrocósmico.

                Nas sessões os princípios são vivenciados a partir de técnicas e recursos artísticos  como carvão, giz pastel, lápis de cor, aquarela em papel umedecido ou na técnica velado. 

                A trindade cósmica Luz, Cor e Escuridão é a imagem do ser humano trimembrado como, espirito, alma e corpo. Os princípios luz e escuridão são os princípios originais e com o encontro estre eles, acontece as cores, elementos visíveis aos olhos. 

                Luz e escuridão, são processos de encarnação do Eu. Na constituição humana, o processo de encarnação pelo  polo superior diz respeito ao sistema neurossensorial. A encarnação do Eu que acontece através do polo inferior, diz respeito ao sistema metabólico motor. A luz e escuridão dão  o impulso para o processo de cura. A terapêutica acontece no encontro dessas duas forças visíveis no movimento das cores no espaço. No organismo humano, o processo de cura acontece no trabalhar os ritmos do sistema rítmico, que incluem respiração e circulação.

Em ambiente de reabilitação

                Os princípios Luz, Cor e Escuridão norteiam todos atendimentos individuais conduzidos por Monica Winnubst,  independente da patologia que o paciente apresente.

                A prática tem mostrado resultados bastante positivos , a partir de autorrelatos,  avaliações de evolução dos pacientes, principalmente nos aspectos relacionados às qualidades da alma, o pensar, sentir e agir. As melhoras de processos orgânicos, por questão cultural, dificilmente são atrelados à terapia médica artística. No entanto há  indicações que contribuem para a eficiência da reabilitação motora.

                A proposta terapêutica em atendimentos em grupo de pacientes infantis ou adultos será traçada conforme objetivo a ser atingido.

Em hospital

                A intervenção terapêutica com pacientes internados pós-operatório é momentânea, neste contexto, não se trata de processo terapêutico. São considerados informações a partir de uma observação objetiva do paciente, relacionada aos princípios, uma investigação de seu histórico de internação, de sua condição de saúde. As cores e composição da pintura será definida a partir de qual processo orgânico é mais premente para sua salutogênese.  

Metodologia M Hauschka 

                A intenção desta terapia é despertar as forças criativas do paciente e sua  eficiência ocorrerá a partir da atuação do paciente e suas aprendizagens ao longo do processo.  A importância é dada para as vivencias neste  processo artístico e a arte final assume posição secundaria. 

                A proposta é que o paciente resgate cada fase do desenvolvimento humano e recomponha ou harmonize as qualidades de cada elemento com o qual o organismo humano é formado:  terra, água, ar e fogo (calor).  

                O processo artístico funciona como um grande inspirar e espirar. Através dos órgãos sensoriais, os estímulos do mundo exterior são  interiorizados e a vida sensorial e volitiva são nutridas. A arte torna-se a expressão deste mundo interior através de imagens.  

                A organização astral é beneficiada por esta terapêutica, na busca da riqueza dos estímulos reunidos no âmbito da alma. A organização etérica retoma sua vitalidade a partir da promoção do ritmo, da respiração e da reconstituição dos sentidos abalados com a patologia.